NO NOSSO CARNAVAL

Hoje só quero rimar Praia e carnaval Hoje só quero mandar Pra bem longe o mal Hoje só quero pular Um frevo genial Hoje só quero esquentar Com tequila e sal Hoje só quero ficar E ver todo mundo legal Hoje só quero festejar Com alegria total Hoje só quero ver passar A minha escola…

FREVO DO RECANTO

Todo carnaval tem samba novo Na avenida para o povo. O frevo cambaleando de alegria Brilha a mais bela fantasia. Vamos colorir o recanto, Animar o seu canto, Nos melar com versos de espuma E cheirar a poesia que perfuma Os ares da praia do amor Que acendem o coração do pierrô Por sua colombina…

SUBJETIVIDADE

Eu outras palavras disse O comportamento da Lady Dice. A arte é subjetiva e não deixa clara A opinião da Clara. Os oito braços mais dois tentáculos da lula Não somam a quantidade de dedos das mãos do Lula. Só os desafinados acertam o tom É o inverso gozado da bossa nova do Tom. De…

EU E ELA A GIRAR

Eu e ela a girar: Treino beira-mar, Risadas no ar, Arrochos no respirar. Ela e eu a girar: Dor para dengar E cansaço para beijar Na vez de hidratar. Eu e ela a girar Vencendo os quebra-mares Da praia no melhor dos seus ares. Ela e eu a girar Pedalando para chegar Na recompensa que…

SHOW DE MARIA RITA – EXTREMO CULTURAL

Som de fazer chorar. Intensa voz de arrepiar Com as notas de uma semente Orquestrada através de um herdado cacoete. Nesse palco que levita Reside a entrega apimentada que grita O extremo cultural que excita O povo com o samba de Maria Rita. Um Carimbó esquentou a praia, A lua anunciou a poesia, O vento…

PAZ

Eu sou poeta, Eu sou menino. Eu me defino Em uma meta. Minha rima anda na curva Por onde o amor me leva. Eu sou do sonho Que hoje tenho No campo da ideia capaz. Eu sou da canção Que toca o coração. Versos de paz Queremos mais Nas linhas desse mundão. Jorge Andrade Mangueira…

BARBEADOR FULÊRO

Barbeador foleiro, só pode ! Pois gerou esse bigode De um erro no corte. Como diria o sambista: Ô sorte ! Já comprei um que preste Pra zerar com esse teste Caso a minha amada conteste, Mas tomara que ela goste E alise carinhosamente O fio da rima que sente A força de uma poética…

FELIZ ANIVERSÁRIO FIFIA

Idade mais que bonita Seis ponto zero de dona Rita Minha maior razão de vida Meu estado de paz e subida Um correto olhar constante Uma gargalhada gigante Uma força humana em esplendor Uma preocupada luz de amor Uma lida sem preguiça e com prazer Uma grandeza, o mais rico saber És o brilho que…

“DADO”

Um daqueles poemas: Fim de noite, antes de dormir. Um daqueles temas: Veia de trabalho, tempo de exprimir. Uma linda imagem rendeu O que o dia aprendeu: Um “dado” na tela Com possibilidades jogadas nela. Uma matemática corrigida, Um aprendizado moderno Nas bolinhas pintadas no digital caderno. O visual acerta a conta exigida Pela dinâmica…

OBTUSO

És um rascunho mesmo, Onde o sentido anda a esmo Exercitando o que acho Na escrita que desmancho. Mas não deixa de valer, Também vale ler. Guarda uma ideia cética Desvendada na estética. A poesia do verso abusa E pode ser confusa A depender do que se usa. Pode pintar a blusa De uma cor…

Os números de 2014

Os duendes de estatísticas do WordPress.com prepararam um relatório para o ano de 2014 deste blog. Aqui está um resumo: Um comboio do metrô de Nova Iorque transporta 1.200 pessoas. Este blog foi visitado cerca de 4.700 vezes em 2014. Se fosse um comboio, eram precisas 4 viagens para que toda gente o visitasse. Clique…

O IMÃ DO AMOR

Não quero sair desse abraço não, Com gostinho de vinho seco. A paixão atrai o amor quando o coração Fortemente goza e faz eco. Sim quero banho do seu cheiro sim, Tarde adentro no chamego. A sua face louca não sai de mim Voluptuosamente aumentando o ego. Corpo enlaçado noutro corpo, A química traduz a…