IDEIA POÉTICA

Hoje o momento não é de inspiração.
Mesmo assim não fico sem ação.
Escrevo sobre a falta dela
Que fica gastando a tela

Em busca de um verso que provoque:
A sensação de arrepio,
A espinha contorcendo-se de frio,
Aquele curto e intenso choque.

Resta o desejo de achar um fio
Ou um cabelinho de sapo
Ou as que se perderam nos guardanapos

Da boemia de outros lapsos.
Emfim, vou acender o modo dormir
Para permitir que a ideia venha no sonho surgir.

Jorge Andrade Mangueira (25/02/15)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s